fbpx

Musical que conta a história de Malala estará em Uberlândia

Oii gente! Tudo bem?

Passando por aqui com News culturais para vocês! O musical Malala: A menina que queria ir para a escola chega em Uberlândia neste fim de semana. O espetáculo foi inspirado no livro da Jornalista brasileira Adriana Carranca, chega a Uberlândia trazendo a inspiradora história de Malala, menina paquistanesa que ganhou o Prêmio Nobel da Paz por lutar pelo direito das mulheres à educação. O musical será realizado no dia 11 às 19h e  dia 12 às 16h no Teatro Municipal de Uberlândia.

Para quem não conhece a história aqui vai um resuminho:Malala Yousafzai nasceu no Vale do Swat, província do Paquistão. Aos 10 anos, viu sua cidade ser tomada pelo grupo Talibã, que proibiu a música e a dança no Vale, além de banir as mulheres das ruas, as impedindo de ter acesso ao estudo. Inconformada com esse movimento islâmico, com vigilância  dia e noite e cheio de regras, Malala criou um pseudônimo e se tornou correspondente da BBC relatando e denunciando em seu blog o regime de opressão e os impactos diários que o Estado enfrentava.

Aos 15 anos, quando voltava da escola, sofreu um atentado e levou três tiros na cabeça. Socorrida em estado grave, apresentou leve melhora e foi transferida para um hospital da Inglaterra, onde se exilou com a sua família. Após sua melhora, a menina afirmou que não seria silenciada e passou a lutar pelo direito das mulheres, sobretudo à educação. Com isso, se tornou a pessoa mais jovem a ganhar o Prêmio Nobel da Paz.

Sobre o espetáculo

O espetáculo é uma adaptação do primeiro livro-reportagem para crianças. Premiado pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ), a obra é uma das mais adotadas em escolas públicas e particulares do Brasil e já tem publicações em todos os países da América Latina, Portugal, Espanha, México e Alemanha.

Cartaz da peça no Rio de Janeiro

O musical tem direção de Renato Carrera e adaptação de Rafael Souza Ribeiro, além de contar com músicas de Adriana Calcanhotto, compostas exclusivamente para a peça. Idealizado por Tatiana Quadros, a atriz realça a importância do espetáculo por se tratar de uma história sobre defesa de um direito básico que toda criança deve ter, o direito à educação. “Acredito que na atual conjuntura mundial, sem acesso e sem estímulo à educação, estamos fadados ao fracasso completo. Para isso, é preciso que seja assegurado às crianças e jovens, acesso irrestrito à educação de qualidade, à cultura e à arte”, finaliza.

A peça é fundamental para entender que Malala não lutou para se tornar a mais jovem Nobel da Paz. Ela lutou por direitos iguais, para que milhões de meninas tivessem o direito à educação garantida. “O que mais me encanta é essa capacidade de amar ao próximo que Malala tem. E que o mundo anda precisando tanto.”, lembra Tatiana.

Os ingressos estão a venda nas Lojas Provanza do Center Shopping  e do Uberlândia Shopping, Lynx Óptica, na Avenida Getúlio Vargas, 1655, no Bairro Tabajaras ou pelo site www.megabilheteria.com.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *