Como montar seu cronograma capilar

Oii gente! Tudo bem com vocês?

O post de hoje é sobre cabeloooo! Quem aqui já ouviu falar em cronograma capilar? É um termo que se tornou super popular através das meninas que estão em transição (se livrando da química), mas todo mundo que tem cabelo (óbvio) deveria fazer. Esse cronograma nada mais é que uma “agendinha de tratamentos” para o cabelo. Organizando os procedimentos a serem realizados o cabelo fica mais bonito e nutrido, evitando que ele fique sobrecarregado ou carente de tratamentos.

Como saber do que o meu cabelo precisa?

Esse é o primeiro e mais importante passo. Aprendi a diagnosticar com a musa Júlia Doorman, do blog Cabelos de Rainha e vou dividir com vocês. 

Cabelos secos, ressecados, embaraçando facilmente, com aquele aspecto leve demais precisam de hidratação.

Se o seu cabelo está sem brilho, sem balanço, desalinhado e com muito frizz significa que ele está precisando de nutrição, mas para esta fazer efeito, o cabelo precisa estar beeem hidratado. Caso contrário o cabelo “chupa” todo o óleo e fica pesado.

Agora se o seu cabelo está fraco, fino, quebradiço (sabe quando a gente dá uma puxadinha no fio e ele quebra?). Ele precisa de reconstrução. Esse tratamento também vale para cabelos com aspecto emborrachado ou elástico.

Também tem um esqueminha que rola pela internet que é um teste rápido feito com um fio de cabelo e um copo de água:

Existe um cronograma que é considerado universal. (Troque por tradicional pq acho que em outras culturas a galera usa outros métodos). Esse cronograma geralmente é usado por quem está com os cabelos saudáveis, apenas mantendo o tratamento. Você pode substituir os procedimentos de acordo com as suas necessidades.

Semana 1: Hidratação + Hidratação + Nutrição

Semana 2: Hidratação + Hidratação + Nutrição

Semana 3: Hidratação + Hidratação + Reconstrução

Semana 4: Hidratação + Hidratação + Nutrição

Dica importante: A reconstrução deve ser feita a cada 30 dias para evitar a quebra do cabelo. Exceto em casos de cabelos muuuuito danificados. Se o seu está em situações desastrosas, faça a cada 15 dias, passe para 20 dias e depois 30, quando ele estiver se recuperado.

Antes que você se desespere achando que precisa de um acervo digno de salão de beleza, aí vai a listinha de produtos necessários:

1 máscara de hidratação, 1 máscara de nutrição ou óleo vegetal e 1 máscara de reconstrução ou queratina líquida.

Como vou saber se a máscara é de hidratação, nutrição ou reconstrução?

Calma miga é só ler os componentes! As máscaras de hidratação são à base de mel, silicones, pantenol e vitaminas. Já as máscaras de nutrição sempre são compostas por óleos vegetais ou manteigas. Geralmente vêm identificadas como máscaras de nutrição. As máscaras de reconstrução possuem componentes como proteínas, arginina, aminoácidos ou colágeno.

Isso mesmo! Você vai precisar de apenas três produtinhos para manter o hair lindão. Para quem tem o cabelo muito oleoso o ideal é usar o óleo no processo de nutrição e não a máscara, pois o cabelo ficará mais leve, pois por incrível que pareça, o óleo vai “recarregar” os cabelos, fazendo com que os fios absorvam o que é necessário e o cabelo não ficará pesado. Basta retirar o excesso com shampoo  e finalizar com o condicionador nas pontas.

Agora que você já sabe do que o seu cabelo precisa e já escolheu os produtos, é só organizar o seu tempo e começar a fazer. Eu, por exemplo, não hidrato o cabelo duas vezes por semana. Então eu faço 1 hidratação e 1 nutrição ou reconstrução, de acordo com a semana e vou lavando normalmente nos outros dias. Sem desculpas viu meninas?

Mil beijinhos e até a próxima! 😘😘😘

 

13 de novembro de 2017